17 de setembro de 2019
                 
     
                         
Lázaro Freire, Acid0 e Lobão na MTV: Daime é droga ou religião?
Psicanálise Transdisciplinar em SP com Lázaro Freire
Seja um colaborador ativo da Voadores!
Cursos e palestras da Voadores em sua cidade
Mensagem de Wagner Borges
Mais novidades

 
  

Colunas

>> Colunistas > Eduardo CM Neto (Dudu Burton)

As Gravuras dos Chakras
Publicado em: 15 de maio de 2007, 20:26:19  -  Lido 4870 vez(es)



Olá Voadores,

Os chakras, como sabemos, são vórtices energéticos de ligação entre
algo mais "físico" para um plano mais "sutil". Se localizam portanto
num plano intermediário, conhecido como duplo etérico. São conhecidos
há mais de 6000 anos pelos hindus que escreveram diversos tratados
sobre eles, nas mais diversas abordagens e empregando os mais diversos
simbolismos.

As representações hindus dos chakras, por muitos, são consideradas
simbólicas. O sujeito que trouxe a maior parte dos conhecimentos para
o ocidente, Rev. Leadbeater (1), afirma que na verdade os chakras são
observados pelos clarividentes como círculos com vários raios, como
mostra esta figura do chakra frontal
(http://www.ippb.org.br/modules/Sections/images/materias/Lead-Frontal.jpg)

Porém, Hiroshi Motoyama (2), que publicou o tratado TEORIA DOS
CHAKRAS, relata na pág. 229 que: "Eu, particularmente, não verifiquei
os símbolos em si, no despertar dos meus chakras pessoais. Entretanto,
minha mãe, uma mulher simples, sem nenhum conhecimento de sânscrito, o
fez. Ela costumava comentar o fato de ter visto um símbolo semelhante
a um veleiro de ponta cabeça dentro de uma estrela de seis pontas em
seu chakra anahata. (...) Somente depois de estudar sânscrito, anos
mais tarde, é que cheguei a conclusão de que minha mãe vira o símbolo
associado tradicionalmente ao chakra anahata
(http://www.namaste.it/kundalini/yam.gif), o bija-mantra "yam"
circundado por uma estrela. Portanto é muito difícil aceitar a opinião
de Leadbeater"

Na verdade, os símbolos estão presentes em uma dimensão ou aspecto
mais sutil dos chakras, e Leadbeater somente visualizou o aspecto mais
denso, do duplo-etérico desses centros.

Cada chakra apresenta então um símbolo, que contem o bija-mantra, e
também representações das divindades de cada centro. Em cada pétala
também é apresentado uma letra diferentes do alfabeto sânscrito,
notando que pétalas de mesmo nome são interligadas por nadis (canais
energéticos).

Em suma, abaixo encontram-se links para as gravuras.

1) CHAKRA CORONÁRIO, ou Sahasrara
http://www.namaste.it/kundalini/saha.gif

2) CHAKRA FRONTAL ou Ajña
http://www.aryabhatt.com/occult/kundalini/images/ajnachakra.jpg
http://www.namaste.it/kundalini/ajna.gif

3) CHAKRA LARÍNGEO, ou Vishuddha
http://www.aryabhatt.com/occult/kundalini/images/visuddha.jpg
http://www.namaste.it/kundalini/visudda.gif

4) CHAKRA CARDÍACO, ou Anahata
http://www.aryabhatt.com/occult/kundalini/images/anathata.jpg
http://www.namaste.it/kundalini/anata.gif

5) CHAKRA UMBILICA, ou Muladhara
http://www.aryabhatt.com/occult/kundalini/images/manipura.jpg
http://www.namaste.it/kundalini/manipu.gif

6) CHAKRA SEXUAL, ou Svadhisthana
http://www.aryabhatt.com/occult/kundalini/images/svadhisthana.jpg
http://www.namaste.it/kundalini/svadis.gif

7) CHAKRA BÁSICO, ou Muladhara
http://www.aryabhatt.com/occult/kundalini/images/muladhara.jpg
http://www.namaste.it/kundalini/mulad.gif


Um abraço,

Dudu Burton

(Ref. Bibliográficas)

(1) LEADBEATER, Charles Webster; "Os Chacras: Os Centros Magnéticos
Vitais do Ser Humano"; trad. Joaquim Gervásio de Figueiredo; 138 p.;
ilus.; 21 cm.; br.; Editora Pensamento; São Paulo; 1981.

(2) MOTOYAMA, Hiroshi; "Teoria dos Chacras: Ponte para a Consciência
Superior"; trad. Zuleika T. Wiechmann Freschi; pref. Swami Satyananda
Saraswati; 272 p.; ilus.; 19.5 cm.; br.; Editora Pensamento; São
Paulo; 1988.


--
Eduardo CM Neto (Dudu Burton)
duduburton@voadores.com.br


Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Mensagem:

 
Atenção: Sua mensagem será enviada à lista Voadores, onde após passar pela análise dos moderadores poderá ser entregue a todos os assinantes da lista além de permanecer disponível para consulta on-line.































Voltar Topo Enviar por e-mail Imprimir