23 de julho de 2019
                 
     
                         
Lázaro Freire, Acid0 e Lobão na MTV: Daime é droga ou religião?
Psicanálise Transdisciplinar em SP com Lázaro Freire
Seja um colaborador ativo da Voadores!
Cursos e palestras da Voadores em sua cidade
Mensagem de Wagner Borges
Mais novidades

 
  

Colunas

>> Colunistas > Valter Cichini Jr.

Os obstáculos da Projeção Astral
Publicado em: 02 de setembro de 2006, 21:32:08  -  Lido 2688 vez(es)



Sempre que alguém se envolve com o estudo da projeção astral de imediato vislumbra um leque de opções extremamente fascinantes. O novo adepto aos estudos projetivos consulta sites na internet, compra livros relativos ao assunto, se inscreve em grupos de discussão e devora tudo o mais que encontrar pelo caminho sobre o assunto; entretanto, ao realizar as práticas que aprendeu durante sua jornada de pesquisa, se depara com algumas dificuldades para concretizar seu intento.

Entre essas dificuldades podemos citar a ansiedade de conseguir uma saída; essa ansiedade acelera os batimentos cardíacos e conseqüentemente aumenta o metabolismo, o que prejudica qualquer relaxamento; ainda contribuindo com o aumento do metabolismo temos a ingestão de alimentos pesados à noite, próximo à hora de dormir, tais como chocolates, nozes, cafeína, guaraná, estimulantes, energéticos calóricos, entre outros.

Outro elemento que pode interferir contribuindo com essa dificuldade é a postura na hora de dormir. Se dormirmos com o rosto enterrado no travesseiro temos a tendência de “apagar” e isso dificulta a rememoração do fenômeno. Uma situação que também prejudica a rememoração é dormir com a cabeça coberta; isso faz com que sua respiração não seja oxigenada adequadamente e conseqüentemente haverá uma interferência na rememoração.

O cérebro acaba sendo outro componente que prejudica a lembrança das experiências projetivas, pois ao regressarmos de uma, ele recebe esses dados, faz uma análise de todas as informações que estão vindo, julga o conteúdo e aí codifica a história de uma maneira que considere coerente. Por esse motivo se aconselha ler sobre o assunto antes de se deitar, ensinando para o cérebro que esse tipo de atividade é normal, minimizando assim essa adaptação do ocorrido.

Um dos maiores inimigos do projetor, senão o maior, é o medo. Você pode estudar o assunto, se dedicar às práticas, seguir todas as dicas e orientações que aprendeu e tudo mais, mas se ficar com medo durante o processo terá sérias dificuldades. Neste caso a primeira coisa a fazer é identificar o que causa o medo. Será medo do desconhecido? Medo de ver algo desagradável? Medo de encontrar um espírito ruim? Seja qual for o medo, é necessário identificá-lo e trabalhar esse aspecto para poder continuar o desenvolvimento nesta arte tão fascinante.

Sempre vale a pena lembrar que essas questões não podem ser generalizadas; quando é dito que um alimento pesado prejudica a projeção, estou falando da média da população e não de todos os casos. É claro que existem aqueles que podem comer uma feijoada, ir deitar e se lembrar integralmente das experiências projetivas, mas o texto procura esclarecer pela média da população.

Aproveite essas experiências para aprender e crescer, ampliando seus horizontes e se tornando um ser humano melhor, pois se não puder se desenvolver com iss

Paz e Luz
Valter Cichini Jr.
Palestras e atendimentos individuais (presencial ou on-line) em Terapia Transpessoal.

Espaço Cultural Maniji

Informações: (11) 2598-3626
Segunda à Sexta das 14:00h às 22:00h
Sábado das 09:00h às 18:00h

 

o é melhor direcionar suas forças para algo que o faça.
--
Valter Cichini Jr.
cichini@yahoo.com.br


Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Mensagem:

 
Atenção: Sua mensagem será enviada à lista Voadores, onde após passar pela análise dos moderadores poderá ser entregue a todos os assinantes da lista além de permanecer disponível para consulta on-line.































Voltar Topo Enviar por e-mail Imprimir