12 de dezembro de 2018
                 
     
                         
Lázaro Freire, Acid0 e Lobão na MTV: Daime é droga ou religião?
Psicanálise Transdisciplinar em SP com Lázaro Freire
Seja um colaborador ativo da Voadores!
Cursos e palestras da Voadores em sua cidade
Mensagem de Wagner Borges
Mais novidades

 
  

Colunas

>> Colunistas > Lázaro Freire

Cigarro e Projeção da Consciência
Publicado em: 04 de setembro de 2006, 19:15:46  -  Lido 3469 vez(es)



(Postado originalmente na lista Voadores da Internet)

Paulo escreve:

"Gostaria de saber se fumar atrapalha na projeção, porque, quando fumo, não consigo nem visualizar um ponto específico onde quero ir."

Resposta:

"Fumar INFELIZMENTE não atrapalha a sua boa saída do corpo.

Atrapalha você a FICAR bem no corpo.

Fumei por quase quinze anos. Foi o meu melhor período projetivo, por outras razões. Mas, quando parei, notei grande melhora na LEMBRANÇA das experiências (e não na saída).

O fumo atrapalhava (a projeção) apenas quando eu fumava antes de dormir. Especialmente aquelas tragadas rápidas, que mais despertam do que relaxam. Para quem fuma, o ideal é procurar não fumar no quarto (egrégora (1), hábito, cheiro que desperta a vontade), ou próximo à hora de dormir.

Agora, por outro lado, estraga pulmão, oxigenação, kundalini (2), meditação...

Basta ver o trabalho que fazemos com respiração, mantras e prana (3), em meditação. Todo o processo feito, no Yoga e em outras escolas, por anos e anos, para melhorar a quantidade de oxigênio e prana em cada célula do corpo.

Fumar e tragar a fumaça é EXATAMENTE a NEGAÇÃO de todo este processo.

É pegar no tranco na marcha à ré.

Eu falava para os meus alunos para serem a cura que queriam levar para as pessoas. Como eu poderia ter a cara de pau para ministrar um Reiki, fumando, então?

Respirar, meditar, levar oxigênio e prana, pensar em kundalini. E depois da prática, negar tudo e jogar fumaça nos canais?

Não atrapalha a projeção. Mas contradiz toda a sua história espiritual. Talvez até ajude a projeção, porque nem o seu espírito agüenta ficar perto do cheiro - o que dirá nossos amigos (físicos e extrafísicos).

E quando a gente fuma, não nota.

Compreender isso tudo, especialmente a marcha à ré prânica e anti-Yoga do cigarro, foi meu principal motivador final para abandonar o cigarro. Era a contradição explícita de tudo o que eu fazia.

- Lázaro Freire -
Que parou sem contar para ninguém, usando adesivos e diminuindo, porque mais chato do que cigarro, apenas os antifumantes. E pior, aqueles que têm no fim do vício sua única vitória, e passam a encher os fumantes com pregações sobre "força de vontade e vergonha na cara".

São Paulo, 11 de outubro de 2003.

Notas: Para enriquecer ainda mais o tema e ajudar aos leitores iniciantes no tema, peço licença ao Lázaro para postar logo abaixo algumas pequenas explicações sobre egrégora, prana e kundalini.

1. Egrégora: Atmosfera psíquica ambiental resultante das atividades psicofísicas realizadas num local.

2. Kundalini (do sânscrito): "Enroscada" - Trata-se da energia que sobe do seio planetário e se aninha na base da coluna. Também chamada de Shakti ou de fogo serpentino, é a energia que anima os processos vibracionais do corpo denso e lhe fornece o calor vital para sua manifestação. Mediante certos processos bioenergéticos e espirituais, alicerçados em profunda maturidade consciencial, é possível alavancar um processo ascencional dessa energia em prol do crescimento da pessoa. Muitas vezes, esse processo é denominado de "Ascensão" ou "Despertar da Kundalini".

Segue na seqüência um pequeno esclarecimento postado num texto antigo enviado pelo site em 1999:

"Kundalini é um tema complexo para explicar por e-mail. O seu estudo envolve o conhecimento aprofundado dos chacras, dos nádis que correm ao longo da coluna (ida, pingala e sushumna) e das glândulas endócrinas, bem como um conhecimento básico dos yantras e bijas-mantras específicos para sua ativação.
Kundalini (do sânscrito) significa literalmente 'enroscada'. Esse nome deve-se ao seu movimento ondulatório que lembra o movimento de uma serpente. Daí a expressão esotérica 'fogo serpentino'. Ela também é chamada pelos iogues de 'Shakti' (do sânscrito): a força divina aninhada na base da coluna (chacra básico).
Kundalini nada tem a ver com o sexo diretamente, muito embora seja a energia que ativa e vitaliza a sexualidade. Devido à prática de exercícios tântricos que envolvem a contenção do orgasmo, quando esse conhecimento chegou ao Ocidente foi logo desvirtuado. Hoje, esse tema surge associado a rituais e posturas sexuais aqui no Ocidente. No entanto, o despertar da kundalini é um processo puramente espiritual e energético em essência. Envolve a ativação dos chacras, principalmente do chacra cardíaco, que equilibra e distribui corretamente o fluxo ascendente da shakti ao longo dos nádis.
Como eu disse em um e-mail anterior, o despertar da kundalini não significa acender um foguete esotérico no traseiro e decolar pelos nádis ao longo da coluna. 'Acender' não significa necessariamente ascender".

3. Prana (do sânscrito): "Sopro Vital", "Energia", "Força Vital" - Trata-se da energia que absorvemos do ar nos processos respiratórios naturais. Mediante a prática de exercícios respiratórios adequados (notadamente aqueles do Yoga, excelentes para o equilíbrio psicofísico), pode-se aproveitar melhor dessa força vital para diversos processos vibracionais, de concentração, meditativos, e até mesmo projetivos.
Obs.: Para maiores detalhes sobre prana e kundalini, ver o ótimo livro "Teoria dos Chacras" - Hiroshi Motoyama - Editora Pensamento.
Sobre egrégora, sugiro o ótimo livro "Elucidações do Além" - Autoria espiritual de Ramatís (recebido espiritualmente por Hercílio Maes) - Editora do Conhecimento.

--
Lázaro Freire
lazarofreire@voadores.com.br


Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Mensagem:

 
Atenção: Sua mensagem será enviada à lista Voadores, onde após passar pela análise dos moderadores poderá ser entregue a todos os assinantes da lista além de permanecer disponível para consulta on-line.































Voltar Topo Enviar por e-mail Imprimir