VOADORES.COM.BR » Colunas


>> Colunistas >

A Liberdade é um pássaro sem cor
Publicado em: 04 de setembro de 2006, 17:35:43  -  Lido 6389 vez(es)

"Um homem, mesquinho ou fanático, que se libera para, por assim dizer, responder ao chamado do Senhor, é uma verdadeira calamidade: só causará danos!" (Aïvanhov)


Mais que isso, diria eu, mais que isso. Pois no momento em que o homem
relega seu eu superior a um segundo plano, deixando com isto de proceder à
eterna prestação de contas de suas avenças cármicas, ele fatalmente deixa de
combater o bom combate, e perde seu canal de comunhão com o todo, partindo
assim seu elo de ligação com a divindade.

Assim desvalido e espiritualmente impotente, ele nada mais será do que um
joguete nas mãos do desconhecido, um triste muar a girar em círculos cada
vez mais concêntricos, um mendigo suplicante, eternamente sujeito ao
inexorável fiar das impassíveis Parcas do destino.

É pois necessário que cada homem se reerga das próprias cinzas, qual fênix
rediviva, e volte a resgatar a plenitude de seu eu interior, para que o
brilho que refulge da égide dos eleitos e dos auto-realizados não venha a
ser empanado jamais pelo torpe e inglório labéu da fácil desistência e da
triste negação - estas duas pústulas doentias a macular toda a raça humana,
estas chagas pútridas que corroem o Espírito do Homem Superior.

Penitenciemo-nos enquanto ainda se faz dia.

Bene

--



Voadores.com.br - Somos Todos Um Só!